Credibilidade (Challenging Ageism)
Gostei! Quero ler mais notícias

Credibilidade (Challenging Ageism)

Na útima terça-feira (dia 10), completei mais uma primavera e essa data me proporcionou a oportunidade de refletir sobre o IDADISMO. Continue lendo que vou explicar melhor sobre isso, ok?


Eu adoro fazer aniversário, mas confesso que quando entrei na casa dos “40” comecei a me sentir “velha”. No entanto, depois de alguns anos, já fiz as pazes com isso e posso até dizer que me orgulho dos meus 44 anos.


Não é novidade para ninguém que a expectativa de vida está aumentando. Um dado técnico sobre os brasileiros para você: segundo o IBGE, em 1990 vivíamos em média 65 anos; na última pesquisa, esse número aumentou para 71 anos.


Quem me conhece sabe que cuido com carinho da minha saúde e energia: tenho uma rotina de exercícios diários e tento manter a alimentação saudável sempre que possível. Mesmo já tendo passado um pouco da metade da expectativa – e esse pouco pode ser interpretado como queira –, considero-me e me sinto ainda muito jovem.


Apesar da jovialidade, tenho um filho de 18 e outro de 14 anos, já me mudei para 7 diferentes casas, tenho 20 anos de experiência profissional e há mais de 10 anos atuo como coach.


Mas o que gera credibilidade? Será que esses números são mesmo tão importantes?


Há no mundo corporativo um novo conceito, entretanto que já existe há muitos anos, chamado IDADISMO. Você pode conhecê-lo como ageísmo, edaísmo ou etarismo – que é a discriminação relativa à idade do profissional.


Velho demais para um cargo envolvendo tecnologia?
Jovem demais para ter credibilidade em um cargo de gestão?



Integrantes da chamada Geração Y (Millennials) têm facilidade em perceber seus próprios estados de espírito e nomear suas emoções; já os pertencentes à Geração Z (Centennials) veem mais valor na inteligência prática, que pode ser utilizada na solução de problemas do mundo real. Eles podem ser impacientes e imediatistas, no entanto têm uma vontade insaciável de aprender, estão sempre abertos ao novo, são mais arrojados e menos medrosos.
Essas são excelentes qualidades para o mercado de trabalho, certo?


Então, vamos tentar entender o que tem “mais valor” ou mais credibilidade para o mercado…
Refletindo sobre a sua credibilidade, independentemente da sua idade, pare por alguns minutos e pense:



– Você transmite verdadeiramente quem você é?
– Você causa a impressão que realmente gostaria?
– Você caminha para ser a cada dia a sua versão melhor?

Essas são algumas perguntas que podem ajudá-lo a refletir a respeito do profissional que você é e quer ser.
Ao vendermos um produto, falamos com mais propriedade quando conhecemos bem suas características: como é produzido, seus componentes, sua durabilidade, a relação de custo e benefício, a concorrência, por exemplo.


O mesmo conceito se aplica a você!


Falo muito sobre o AUTOCONHECIMENTO e posso afirmar que se conhecer é fundamental para sua vida e sua carreira.
Isso vai ajudá-lo a ter um objetivo bem-definido. Essa é uma das estratégias que lhe dará credibilidade na jornada!


Faça o download do e-book: 3 Passos Decisivos na sua Jornada de Autodesenvolvimento



Outra forma para transmitir confiança é OUVIR. Você não precisa provar que sabe tudo a todo tempo!


Uma falha comum na construção de credibilidade é a ânsia de querer dar respostas, mostrar que sabe. Pare e pense; diga que precisa entender melhor, pesquisar mais.


Aprendi em um dos cursos de mindfulness que fiz no “The Great Courses” que a sabedoria está também ligada à autoconfiança, à postura do aprendizado, a ver o mundo sob um fresh point of view – uma forma sempre nova de “ver” as coisas e simplesmente dizer com tranquilidade: “Não sei… vou procurara entender”.


Um conselho sábio das gerações passadas diz que temos DUAS ORELHAS e somente UMA BOCA, isto é, para ouvir mais do que falar. Escute as pessoas com toda a sua atenção, considere o que foi dito, absorva a informação, reflita… E só então faça a sua observação, outra pergunta ou responda.


Lembre-se: CUIDADO COM O QUE DIZ!


Se você quer credibilidade, precisa ter um discurso verdadeiro, alinhado com suas crenças e seus valores.


Saiba que você passa mensagens o tempo todo. No que diz, como diz, nas “brincadeiras”, como se comporta, como se veste… está sempre enviando mensagens, muitas vezes de forma subliminar.


Seja congruente – não viva de acordo com o ditado “faz o que eu digo, não faz o que eu faço”. Suas ações precisam estar alinhadas ao seu discurso; suas atitudes podem dizer muito mais do que suas palavras.


Tenha embasamento – a internet oferece muita informação sobre muitos assuntos, o que tem feito as novas gerações serem muito bem-informadas sobre vários temas, mas formam-se poucos especialistas. Tenha conhecimentos específicos, experiências e habilidades que atestam suas falas. Conheça um pouco de tudo, mas seja realmente bom em assuntos específicos.


Haja positivamente – mantenha o olhar otimista, tente ver o copo meio cheio. Uma pesquisa do Centro Médico da Universidade de Duke, nos EUA, descobriu por meio da angiografia - exame capaz de revelar como o sangue flui pelas artérias - que emoções possitivas fazem bem à sua saúde. A depressão e a ansiedade estão relacionadas a
doenças cardíacas. Uma alta dose de stress, pode fazer o coração bater mais rapidamente e aumentar a pressão arterial, acelerando, assim, a possibilidade de um infarto. Pense, sinta e haja de forma positiva!


Aposente o pavão – credibilidade não tem a ver com vaidade ou beleza. Trabalhe suas habilidades, adquira conhecimento. Cuidar-se e ser saudável são bons hábitos, contudo sua aparência não será fator decisivo para o mercado.


E por último, mas não menos importante…


Fale a verdade – honestidade sempre, não atue para ganhar a admiração dos outros.
Esta tática é simples: seja você!


Saia do piloto automático, da sua zona de conforto e seja comprometido com a qualidade de suas relações.
Essa é a chave para a construção ou manutenção da sua credibilidade – independentemente da sua idade.


Baseado na publicação de Geoffrey James: "6 Ways to Enhance Your Credibility"

 

Conheça o Programa Online: Maratona - Multiplicando o Tempo



Gostei! Quero ler mais notícias